sexta-feira, 23 de julho de 2010

Confissão III - 23/07

[...]

Deixo que o tempo amasse suas cartas e rasgue suas fotos.
Me permito ver seu rosto se esvair aos poucos da minha lembrança
E torço para que não sobrem vestígios, para que não nasçam marcas,
Para que não haja nós.

3 comentários:

Fred Antunes disse...

Queria poder consumir suas palavras. Engolí-las, letra por letra, pausa por pausa.

Excepcional! Volto mais vezes.

Renata De Souza disse...

Porque tudo que você escreve se encaixa perfeitamente em minha vida? Ah é, esqueci que vc é meu gêmio!

Te amo! Muitas saudades..

O solitário Jim disse...

muitas perguntas, não?
bakana!!!

t.